Aqui você encontrará vinhos de várias tipicidades, que harmonizam muito bem com os mais variados pratos da culinária japonesa.
Sendo elas: Shusi, sashimis, yakisoba, wasabi, lámen, etc
Para informações mais detalhadas de algum vinho em específico, é só clicar no vinho escolhido, que você terá acesso a uma ficha técnica completa do mesmo.
Notas: A culinária japonesa tem alguns ingredientes que dificulta a harmonização, mas para tudo tem solução. Os mais tradicionais como o gengibre, o wasabi e o shoyu.
Para pratos ricos em shoyu, por exemplo, pode ser uma boa ideia servir um vinho mais ácido (como Cabernet Sauvignon ou Malbec), que ajuda a diminuir o forte sabor salgado desse ingrediente.
O gengibre, por sua vez, é um ingrediente picante e marcante que não costuma ir bem com tintos. Prefira, portanto, espumantes ou vinhos brancos que controlam a sensação de ardência desse alimento.
Já para o wasabi, opte por vinhos com graduação alcoólica mais baixa, visto que esse é um ingrediente que pode elevar a sensação alcoólica da bebida. Vinhos brancos adocicados podem ser uma boa pedida!
Os sushis e sashimis são os pratos mais tradicionais da culinária japonesa. Para combinar suas porções com os vinhos certos, opte por rótulos de espumantes jovens e delicados ou vinhos rosés. Assim eles não vão competir com o discreto sabor desses cortes de peixe. A culinária japonesa tem pratos feitos com peixes mais gordurosos – ou até com receitas mais cremosas ou fritas. Essas opções – como os guiozas, os tempuras, rolinhos primavera e outros pratos fritos, além dos frutos do mar como lula, lagosta ou camarão – pedem vinhos brancos ácidos. O Sauvignon Blanc é uma boa pedida, visto que dá equilíbrio para a gordura desses pratos.
Atés para os vinhos tintos existe um espaço na harmonização com a culinária japonesa. Vinhos tintos leves, como os elaborados com Pinot Noir, combinam muito bem com pratos quentes, como o Yakisoba, os ensopados e os peixes grelhados.