Aqui você encontrará vinhos de várias tipicidades, que harmonizam muito bem com os mais variados pratos com frutos do mar.
Sendo elas: Moluscos, ostras, lagostas, peixes, mariscos, mexilhões, etc
Para informações mais detalhadas de algum vinho em específico, é só clicar no vinho escolhido, que você terá acesso a uma ficha técnica completa do mesmo.
Notas: O filo dos moluscos se subdivide, entre outras, nas classes: bivalves (como ostras, vieiras, mariscos e mexilhões, além dos demais moluscos de duas conchas); gastrópodes (como abalone, conch, loco, que são caramujos do mar); e cefaloides (polvos e lulas). Os melhores representantes do filo dos crustáceos são a lagosta, o camarão, o caranguejo e o lagostim. Diante dessa explicação, vamos à harmonização.
É muito comum consumir moluscos em preparações muito simples, como ostras frescas com limão e mexilhões cozidos em vinho branco apenas com alho e cebola. Isso não quer dizer que eles não se prestem a elaborações mais complexas.
Nas preparações simples, como as citadas acima, optar pelos do grupo dos brancos leves, refrescantes e por sua vez tem uma acidez um pouco acentuada. A elevada acidez do vinho se equilibra com o limão(bastante comum nos pratos) e, ao mesmo tempo, corta um pouco do sal. Já nas preparações mais carregadas, pede-se um vinho branco mais encorpado, como um chardonnay ou semillon por exemplo.
E o mesmo se aplica aos crustáceos. A carne deles é muito delicada e saborosa. Ela é, ao mesmo tempo, leve e marcante, com um discreto adocicado inconfundível.
Além das preparações cremosas, os brancos encorpados harmonizam muito bem com camarões grelhados. Isso porque a grelha adiciona um amargor tostado que faz uma ponte com a madeira (também tostada) dos barris de carvalho onde repousam os vinhos encorpados que mencionamos. Então, para o camarão grelhado, um Chardonnay americano é uma excelente escolha.