As vinhas do território do Dão são variadas e divididas em diversos lotes de pequenos produtores. Se estendem em diferentes altitudes, que pode ir de duzentos a mil metros acima do mar, como na Serra da Estrela.
Seu nome deriva do Rio Dão, que atravessa a região que é cercada por montanhas em todas as direções e apresenta terrenos graníticos de baixa fertilidade. As cadeias montanhosas condicionam o clima, abrigando as videiras da influência marítima e da ação direta do clima continental.
Entre as castas brancas estão a Cerceal, Arinto, Encruzado, Esgana Cão, Bical, Dona Branca, Malvasia Fina, Verdelho e Rabo de Ovelha. As tintas, por sua vez, são dominadas pelas Touriga Nacional, Jaen, Alfrocheiro, Tinta Roriz, Amaral, Rufete e Aragonez.