A Patagônia não é um lugar tão óbvio para a produção vinícola. Mesmo com clima frio e seco, típico de áreas de deserto, essa região produz excelentes vinhos Pinot Noir e Malbec.
A área da Patagônia é imensa – ocupa Argentina e Chile, com aproximadamente o dobro de tamanho de toda a Califórnia. A zona de vinhos desta região ocupa 300 km de extensão dos rios Neuquen e Rio Negro. Ela está localizada mais próxima da montanha dos Andes, com altitude média de 300 m. acima do nível do mar.
O clima desértico da Patagônia é capaz de desenvolver características importantes nas uvas cultivadas – retarda o amadurecimento e dá boa acidez.
O reconhecimento desta região é feito principalmente pelas suas áreas ao norte, próximas dos rios. A Malbec ainda desempenha um papel importante na produção vinícola, enquanto a Pinot Noir se tornou uma uva icônica da região. Já para a produção de vinhos brancos, as uvas Chardonnay, Sauvignon Blanc e Riesling se desenvolvem bem na região.